Compartilhe

Ômicron: descubra quando você pode sair do isolamento

Se você está com sintomas de gripe e preocupado porque pode ter contraído a ômicron, fique tranquilo.

Em primeiro lugar, porque vários estudos já revelaram que essa variante da Covid não atinge os pulmões e, por isso até agora, parece bem menos grave.

Além disso, o período de incubação desse vírus varia entre dois e três dias. Já o prazo de contágio, vai até o quinto dia do resultado do teste.

Saiba, agora mesmo, mais detalhes sobre como a ômicron se comporta no organismo e o que fazer para evitar o contágio de outras pessoas.

Novas regras de isolamento permitem sair mais cedo de casa

A ômicron provoca sintomas mais leves, menos internações de quem tomou a vacina e isso tem mudado os protocolos de isolamento em vários países. Veja qual é a recomendação do Ministério da Saúde para quem só tem indícios de gripe e também às pessoas que contraíram essa variante da Covid.

O governo brasileiro reduziu o tempo de isolamento para Covid-19. Veja como ficou o novo protocolo para cada caso e siga as regras para não correr risco de contaminar ninguém.

Na primeira situação, a pessoa pode sair de casa depois de cinco dias de isolamento. Entretanto, para isso, é necessário que ela esteja assintomática. Nas últimas 24 horas antes de sair do isolamento, não pode haver febre, nem dificuldade respiratória. Para voltar ao trabalho, também é obrigatório testar negativo no quinto dia de afastamento.

No segundo contexto, é permitido ir para rua após sete dias, mas sem necessidade de fazer o exame. Para se enquadrar nessa circunstância, a pessoa também não pode apresentar nenhum dos problemas de saúde citados anteriormente.

Na terceira circunstância, o paciente que contraiu a Covid deve ficar isolado por dez, mas é desnecessário fazer novamente o teste rápido de antígeno.

Ainda existe a orientação para os pacientes curados continuarem usando máscara por mais cinco dias quando estiverem perto de outras pessoas. Todo cuidado com o próximo permanece imprescindível.

A doutora Ana Escobar explica com detalhes, em um vídeo de seu canal no YouTube, porque é permitido a quem teve resultado positivo sair de casa após dez dias de isolamento, mesmo sem fazer o teste de novo.

De acordo com Ana, há grandes chances de o novo exame dar falso positivo por um período de até 20 dias após a contaminação. “Isso ocorre porque é a proteína do vírus que fica na mucosa do paciente, e não ele próprio”, declara a médica.

Sendo assim, como o vírus não está mais no organismo, só os restos dele, não existe chance de contaminação. Para resumir, dez dias de isolamento é o prazo de segurança para se curar e eliminar o coronavírus do corpo.

Conscientização e prevenção são as melhores armas para vencer a Covid.

Fale com o CEDLAB