Exames Toxicológicos

O exame toxicológico de larga janela de detecção tem como objetivo detectar se uma pessoa consumiu ou esteve exposta a algum tipo de substância psicoativa (lícita ou ilícita) em um período de 90 a 180 dias anterior à realização do teste, segundo determina a Lei 13.103/2015.

Com a implantação da Lei Federal 13.103, de 2015, o exame toxicológico tornou-se obrigatório para motoristas profissionais na obtenção, alteração ou renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) dos tipos C,D e E.

O teste também é exigido de condutores contratados em regime CLT das mesmas categorias, desde setembro de 2017, quando entrou em vigor a Portaria 945, do Ministério do Trabalho, que obriga as empresas a fornecer ao CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – o laudo do exame toxicológico de larga janela de detecção.

O exame somente pode ser realizado por laboratórios acreditados pelo Denatran, a exemplo da Toxicologia Pardini, que atende a todas as exigências de habilitação estabelecidas pela legislação brasileira. O Cedlab atua na coleta das amostras que serão encaminhadas ao laboratório então credenciado, Toxicologia Pardini.
O exame é realizado a partir da queratina retirada de amostras de cabelo, pelos do corpo (braços, pernas, peito ou axilas) e unhas. No caso de amostras de cabelo, a porção necessária para análise laboratorial da Toxicologia Pardini é em torno de 4 cm de comprimento, a partir da raiz do couro cabeludo.

A janela de detecção para esse tipo de material biológico exigido pela legislação é de, no mínimo, 90 dias antes da coleta.Na eventualidade de o comprimento do cabelo do condutor não ser suficiente, serão colhidos pelos do corpo (braços, pernas, axilas e peito) ou raspas de unha, cuja janela de detecção para ambas amostras é necessariamente em torno de 180 dias.A análise de cabelo e pelos é o procedimento mais apropriado para identificar a presença de vestígios de drogas no organismo por períodos mais longos.Ao ser consumida, a substância entra na corrente sanguínea e pode ser detectada no interior dos fios de cabelos e pelos.
 

Inscreva-se e receba nossas novidades!


 
Fale com o CEDLAB